terça-feira, 12 de abril de 2011

Voltando para casa


Quando acordo e vejo os anjos dizerem boa noite
Eu sigo o frio que me guia ás manhas de volta
Reflito no heróis que fizeram o caminho reverso
E se retiraram das guerras,tão longe de casa

Voltando para casa,tão longe da real situação
Esperando as nuvens tóxicas abaixarem
Revelando o sangue que escorrem das mãos
Beijando o chão que jamais os pertencerão

Quandofaço meu caminho de volta para casa
Penso em morrer nas sombras das lutas que não me pertencem
Enquanto vejo as luzes que brilham tão perto de onde venho
Sinto o cansaço de alguém que suplica um veneno menos doloroso

Mostro cansaço apenas de refletir sobre morrer por algo
Algo que talvez nem seja minha real missão nesses solos
Nas noites gélidas dessas frentes de agressão,pensando longe
Tão perto de onde deveriam estar quando vieram servir

Eu posso sentir o desejo de viver e mostrar a verdadeira face
Posso sentir as dores intensas conforme as feridas se abrem
Conforme eles voltam para casa,tão longe,tão perto de voltar
Apenas mostrando fraqueza de mais uma noite longe do céu

Um comentário:

  1. Muito bom, vejo que está a escrever - continue assim! Abraços.

    ResponderExcluir